Peça agora o seu cartão também pelo telefone: 0800 729 2071

Cirurgia de cataratas: entenda agora como ela funciona
Sem categoria 20 de abril de 2022

Cirurgia de cataratas: entenda agora como ela funciona

A catarata é uma das principais causas da cegueira. Ela afeta a transparência do cristalino, uma estrutura do olho cuja função é a de propiciar o foco da visão. A boa notícia é que essa doença pode ser tratada: a cirurgia de cataratas é um procedimento relativamente simples. Além disso, bons hábitos de saúde ajudam […]

A catarata é uma das principais causas da cegueira. Ela afeta a transparência do cristalino, uma estrutura do olho cuja função é a de propiciar o foco da visão. A boa notícia é que essa doença pode ser tratada: a cirurgia de cataratas é um procedimento relativamente simples.

Além disso, bons hábitos de saúde ajudam a prevenir esse problema e a manter a saúde dos olhos de modo geral. Ainda, é por meio de cuidados preventivos — como os exames de rotina — que é possível identificar a catarata cedo, o que confere mais chances de sucesso ao tratamento. 

Continue a leitura para entender mais sobre o assunto!

Qual é a importância de cuidar da saúde oftalmológica?

Para começar, precisamos falar de um assunto sério: a negligência da saúde dos olhos! Por mais importante que sejam esses órgãos em nossas vidas, nós não costumamos lembrar muito deles em nossas rotinas. 

Os cuidados com a saúde, como a visita periódica ao oftalmologista e o uso de óculos de sol, permitem proteger a visão e prevenir problemas. Veja abaixo algumas dicas para ter mais saúde oftalmológica!

Mantenha os exames em dia

A prevenção é sempre o melhor caminho para evitar ou identificar problemas de saúde rapidamente. O ideal é visitar o oftalmologista uma vez por ano e fazer os exames de rotina com a frequência indicada pelo especialista, mesmo que não haja nenhuma queixa. 

Ter hábitos saudáveis 

Manter a alimentação equilibrada e o corpo em movimento significa mais saúde de modo geral, e isso se aplica também aos olhos. É por meio de hábitos saudáveis que você evita doenças sistêmicas, como hipertensão e diabetes, por exemplo. E, consequentemente, se vê livre de doenças associadas, como a retinopatia diabética.

Use óculos de sol

Mais do que um acessório para nosso conforto ou estilo, os óculos de sol fazem muita diferença na manutenção da saúde dos olhos. Na hora de escolher o seu, procure modelos com selo de qualidade, o que garante que eles realmente protejam os olhos dos raios ultravioletas. Sem isso, eles podem trazer mais prejuízos do que benefícios.

Tenha cuidado com as telas

Por fim, se você passa muito tempo à frente do celular ou do computador, tenha atenção à lubrificação do olho. Procure piscar com maior frequência e fazer pausas no tempo de exposição à tela. 

Óculos com filtro de luz azul também são muito bem-vindos, mesmo que você não tenha grau. Isso porque eles reduzem o contato excessivo com a luz violeta emanada pelas telas, o que ajuda na prevenção da saúde da retina.

Como funcionam os exames de rotina oftalmológica?

Você tem dúvidas sobre como é uma consulta de rotina no oftalmologista? Para começar, o médico fará uma triagem diagnóstica básica, perguntando se você tem queixas e quais são. 

Também pode ser feita uma avaliação histórico-clínica (chamada de anamnese), em que o especialista pergunta se você ou algum familiar já teve algum problema ou doença que pode se relacionar à saúde ocular, como diabetes, se usa óculos de grau etc.

Em seguida, são realizados os exames. Em geral, o especialista começa com a biomicroscopia, que nada mais é do que uma avaliação visual das estruturas do olho com um aparelho que aumenta em até 40 vezes a imagem. É aqui que são diagnosticados problemas como as cataratas, conjuntivite e irritações.

Outros exames também podem ser realizados, como o teste ortóptico e o exame de refração. Nesse momento, faz toda a diferença contar com o Cartão de TODOS! Trata-se do maior cartão de descontos do Brasil. Com ele, você tem acesso a serviços de saúde, educação e lazer por apenas R$ 27,50 por mês!

Afinal, o que é a catarata?

O cristalino é uma estrutura do olho que funciona como uma lente responsável pelo foco da visão. Essa estrutura normalmente é transparente, mas alguns fatores podem levar ao aparecimento de manchas opacas — as cataratas. 

A principal causa é o envelhecimento: com o avançar da idade, as fibras do cristalino aumentam de espessura e perdem sua elasticidade. Então, começam a se formar as manchas opacas que, se não forem tratadas, evoluem progressivamente até a perda total da visão. 

Além do fator da idade, há casos bem mais raros em que a doença é congênita. Isto é, o bebê já nasce com o problema devido à influência de seu DNA. Ainda, fatores como rubéola, toxoplasmose ou sífilis durante a gestação podem levar a danos no desenvolvimento embrionário, levando a criança a nascer com a doença. 

Por fim, fatores metabólicos, como a diabetes, podem aumentar o risco de desenvolvimento de cataratas. Em alguns casos, as manchas se formam devido a pancadas fortes ou acidentes na cabeça e doenças infecciosas na região dos olhos.

Quando é necessário fazer cirurgia de cataratas?

A cirurgia para cataratas é recomendada sempre que o problema é identificado e começa a atrapalhar o bem-estar do paciente. Os sintomas são:

  • visão nebulosa, com vultos ou luzes;
  • maior sensibilidade à luz;
  • dificuldade para ler, andar e dirigir.

Como funciona esse procedimento?

A cirurgia de cataratas é relativamente simples: o procedimento leva cerca de 20 minutos e é muito seguro, feito com o apoio de equipamentos tecnológicos já bastante avançados. 

O agendamento da cirurgia é feito após a realização de todos os exames pré-operatórios solicitados pelo cirurgião oftalmologista. No dia, o paciente recebe gotas de colírio anestésico e começa o procedimento, que consiste em remover o cristalino danificado e substituí-lo por uma lente intraocular transparente.

Existem basicamente duas técnicas para a remoção do cristalino:

  • facoemulsificação (FACO) — a estrutura é removida por meio de um aparelho que emite pulsos vibratórios curtos, quebrando o cristalino em pedaços minúsculos que são aspirados em seguida;
  • extração extracapsular do cristalino (EECP) — o cristalino é removido manualmente por meio de um minúsculo corte. Aqui, há a necessidade de alguns pontos na córnea, mas ainda assim a recuperação costuma levar poucos dias.

Após a cirurgia, o paciente começa a notar uma melhora progressiva na visão. Mesmo que não haja incômodos, é importante ter cuidados como não pegar peso e não mergulhar (em piscinas ou mar) por pelo menos 1 mês. 

Por que contar com um médico especializado?

A realização de um check-up médico periodicamente e as visitas regulares ao médico oftalmológico são importantes para a saúde do olho, já que elas ajudam a identificar problemas precocemente. Contando com o profissional especialista, você tem segurança no diagnóstico e no tratamento. 

Para escolher seu médico de confiança, procure por clínicas que tenham uma boa reputação e, o mais importante, faça uma busca no site do Conselho Federal de Medicina (CFM). Por lá, é possível conferir se o registro do profissional está ativo e a sua especialização.

Como você viu, a cirurgia de cataratas é um procedimento simples e rápido. Com ele, os pacientes conseguem enxergar melhor quase que imediatamente, recuperando esse sentido tão importante para a segurança e o bem-estar, e evitando a progressão da doença.

Se você gostou do conteúdo, aproveite a visita e conheça outras doenças oftalmológicas e como preveni-las!

Cartão de TODOS

Redator

Olá! Como podemos ajudar?