Peça agora o seu cartão também pelo telefone: 0800 729 2071

PreparaTodos 1 de janeiro de 1970

Investir nas habilidades de seus funcionários é um dos grandes segredo de empresas de sucesso

Bom, muitos de nós já desconfiávamos desse cenário, mas uma pesquisa feita pela Gallup no ano passado, veio para comprovar os altos índices de insatisfação no ambiente de trabalho. Esse mesmo estudo ainda aponta para quase US$ 7 trilhões em produtividade perdida em todo o mundo todos os anos, consequência dessa desmotivação coletiva. E como […]

Bom, muitos de nós já desconfiávamos desse cenário, mas uma pesquisa feita pela Gallup no ano passado, veio para comprovar os altos índices de insatisfação no ambiente de trabalho. Esse mesmo estudo ainda aponta para quase US$ 7 trilhões em produtividade perdida em todo o mundo todos os anos, consequência dessa desmotivação coletiva. E como já falamos no artigo 5 maneiras de reduzir a rotatividade, substituir um funcionário pode ser muito mais custoso a empresa do que mantê- lo e investir em suas habilidades. Mas driblar essa estatística é possível e muito mais simples do que você imagina, entenda como e faça a diferença na sua empresa!

 

Sua equipe está desmotivada? Entenda o porquê

 

Há muitas razões que podem explicar por que essa tendência existe. Algumas empresas, voluntária ou involuntariamente, estão condicionadas a práticas não tão boas que podem tornar os funcionários não apenas infelizes, mas totalmente desmotivados.

Muitas vezes, as empresas não se comunicam adequadamente, ou pior, apenas supõem que todos já sabem o que devem fazer, não estabelecem metas aos funcionários e nem reconhecem seus esforços. Outra grande causa dessa motivação é que empresas não levam a sério o treinamento e capacitação de seus funcionários. Apenas ter um livro (ou um pdf) de regras raramente é suficiente para ajudar os colaboradores a entender as nuances de seu trabalho, essa capacitação deve ser contínua para atender as frequentes mudanças do mercado. Empresas vêem o treinamento dos funcionários como uma despesa e não como investimento e acabam pagando caro em termos de baixa produtividade e alta rotatividade, cometendo assim um erro gravíssimo.

 

Por que você deveria investir (pesado) em seus funcionários

 

Embora os problemas mencionados acima possam ser evitados com muito estudo e boa estratégia, as empresas precisam ir além para encontrar o que seus funcionários estão procurando e entregar. As melhores empresas sempre entenderam isso também. Richard Branson (fundador do grupo VIRGIN), por exemplo, afirmou que os clientes ficam em segundo lugar, enquanto os seus funcionários em primeiro.

Mas há uma razão muito mais profunda para investir em seus funcionários do fazer o bem ao próximo, investir em seus funcionários é uma grande oportunidade de negócios!

Isso cria uma sólida reputação no mercado. Todas as empresas querem atrair o melhor talento possível para o seu campo. Mas quem, em seu juízo, gostaria de trabalhar com uma empresa que trata seus membros como ativos descartáveis?

A menos que você seja o proprietário da empresa, você desejará trabalhar para uma organização que promove seu próprio crescimento e valoriza sua opinião.

De fato, hoje a geração Millennials costuma deixar o emprego por falta de aprendizado e oportunidades de crescimento, e a primeira coisa que fazem antes de procurar um emprego novo é pesquisar sobre a empresa e suas condições de trabalho, sem esquecer de checar as avaliações de antigos funcionários.

 

Aprenda com as grandes empresas como driblar essa dificuldade

 

Os empreendedores visionários já compreenderam que o caminho para o crescimento constante e sólido está no desenvolvimento de seus funcionários em diversas esferas.

Para alcançar o sucesso nessa missão, a organização precisa trilhar caminhos paralelos: criando políticas que apoiem o colaborador profissionalmente e apostando em medidas de promoção à saúde física e mental. Neste post destacaremos 3 pontos comuns a todos os negócios que entendem a importância de um ambiente corporativo saudável e como isso afeta diretamente o empreendimento.

 

  • Associe bem-estar organizacional à qualidade de vida

 

Empresas alinhadas ao mercado e atentas às mudanças no mundo corporativo já sabem: não há como garantir a continuidade dos negócios sem investir na qualidade de vida dos funcionários. Mais do que criar oportunidades de crescimento profissional, é preciso compreender o colaborador como um ser humano que tem necessidades físicas e emocionais.

O ponto central aqui é humanizar as relações de trabalho para que seja possível equilibrar a vida pessoal e profissional. O tempo que se passa no ambiente organizacional é extenso. Logo, é fundamental, especialmente para as lideranças, relacionar o desempenho ao bem-estar das pessoas. Bom senso e flexibilidade são palavras-chave para criar um cenário agradável e saudável para todos.

 

  • Mantenha programas de benefícios e incentivos

 

Valorizar o bem-estar organizacional passa necessariamente pela criação de programas que dão suporte aos funcionários, com benefícios e incentivos. Criar ações que possibilitem o acesso à prática de esportes e alimentação balanceada, por exemplo, fazem muita diferença na qualidade de vida dos funcionários. E os efeitos desses benefícios impactarão positivamente nos resultados da companhia.

Além de incentivar seu colaborador a obter uma vida mais saudável e equilibrada, o reconhecimento pelos seus esforços e dedicação também são fundamentais. Reconhecer seu empenho no fechamento de um projeto ou na conclusão de um novo curso os manterão cada vez mais motivados.

 

  • Invista na capacitação e gestão de pessoas

 

Já entendemos que os colaboradores são a peça chave para o sucesso do seu negócio, dessa forma, é muito importante encarar a gestão de pessoas como algo relevante e investir na capacitação dos profissionais que estão à frente desse trabalho. Esses treinamentos devem ser contínuos e atender as necessidades de cada um. Hoje em dia as opções para investir nas habilidades de seus funcionários são amplas e vão desde cursos e videoaulas, até grandes conferências, sejam elas online ou presenciais.

Treinamentos específicos e alinhamento aos novos conceitos do mercado são fundamentais a valorização do quadro de funcionários. Henry Ford disse uma vez: "A única coisa pior do que treinar seus funcionários e perdê-los é não treiná-los e mantê-los". No mundo empresarial de hoje, baseado em dados, o talento é amplamente considerado como o recurso mais importante.

Deu para perceber que as empresas de sucesso não possuem segredos tão complexos assim, elas apenas entenderam que o capital humano é o que elas possuem de mais valioso e que é preciso cuidar desse bem com muito zelo e sabedoria. Investir no bem estar e aprendizado de seus funcionários não custarão muito para sua empresa e com certeza o retorno será muito positivo.

 

Cartão de TODOS

Redator

Olá! Como podemos ajudar?