Peça agora o seu cartão também pelo telefone: 0800 729 2071

Familia 23 de setembro de 2021

Como ensinar seu filho a andar de bicicleta? Veja 6 passos certeiros

Andar de bicicleta é uma das atividades favoritas de muitas crianças e adultos, além de ser um ótimo exercício físico para incluir na rotina. Afinal, manter o corpo em movimento faz muito bem em qualquer idade, tanto para a saúde física quanto mental.

De uns tempos para cá, as tecnologias dominaram as nossas vidas de diferentes formas. Um exemplo disso é que as brincadeiras digitais são cada vez mais comuns na infância. Porém, é muito importante fugir um pouco dessa tendência e estimular as crianças e os adolescentes em vários sentidos. Que tal entender a importância de ensinar seu filho a andar de bicicleta e ainda conferir dicas para colocar isso em prática? Acompanhe a leitura!

Benefícios da prática de andar de bicicleta

Antes de começar com as dicas, vou desvendar os benefícios de aprender a andar de bicicleta, certo? Embora isso seja uma simples tradição em muitas famílias — assim como os adolescentes fazem aulas para dirigir e tirar carteira de motorista a partir dos 18 anos —, vale aproveitar os benefícios que dominar essa habilidade pode trazer para a rotina. Ou seja, estou falando de uma atividade que oferece muito mais do que diversão ou a possibilidade de se locomover de um lugar para outro. Veja alguns dos principais efeitos positivos que o ciclismo proporciona, especialmente na infância:
  • gasto de calorias e consequente redução da gordura corporal;
  • fortalecimento do sistema imunológico;
  • treinamento cardiovascular, que ajuda no condicionamento físico;
  • melhora do equilíbrio e da coordenação motora;
  • estímulo da concentração, do autocontrole e da autoestima;
  • redução da ansiedade e do estresse.
Viu só como são muitos os benefícios envolvidos? Incluir o hábito de andar de bicicleta no dia a dia vale muito a pena!

6 dicas para ensinar as crianças a andar de bicicleta

As crianças que nunca andaram de bicicleta normalmente precisam ser incentivadas por um adulto ou alguém mais velho que possa ajudar nessa missão. A falta de experiência pode causar certo receio, logo, receber suporte nesse momento faz toda a diferença. Saiba o que fazer para ensinar seus filhos.

1. Invista na bicicleta adequada em cada fase

Um dos erros clássicos que dificultam o aprendizado da criança é oferecer um equipamento incompatível com o seu perfil. Isto é, uma bicicleta que não seja adequada para o seu tamanho. O comum é comprar um modelo robusto para “durar mais”, porém, isso acaba tornando a missão mais difícil do que realmente é. Então, muitas crianças enfrentam um desafio desnecessário ou até desistem de aprender a andar de bicicleta. O ideal é investir em um modelo exatamente para o tamanho do seu filho, considerando idade, altura e peso. Uma solução para não gastar muito com as trocas de bicicleta ao longo da vida é vender os modelos antigos (que já não servem mais) e comprar seminovos. As rodinhas são acessórios interessantes para aprender primeiro a pedalar e, depois, desenvolver melhor o equilíbrio durante os trajetos. Quando tudo ficar mais fácil, é hora de tirá-las.

2. Transmita segurança

Para um adulto pode parecer um aprendizado “bobo”, mas andar de bicicleta faz parte das primeiras conquistas da infância, e o medo de cair persiste na cabeça de muitas crianças. Nem todas são destemidas e aprendem com facilidade, não é verdade? Por isso, transmitir segurança durante os treinos é essencial, sendo uma tarefa que cabe a quem está acompanhando o aprendiz. Tente acabar com o medo, explicando primeiramente sobre as técnicas básicas de empurrar uma perna de cada vez e frear a bicicleta. No início, é bom deixar o selim (assento) mais baixo para garantir maior confiança.

3. Escolha um local adequado

O tipo do terreno também pode influenciar muito, então, principalmente no começo, é bom dar preferência para locais planos, pavimentados e sem muito movimento. A partir do momento que a criança começar a executar melhor as passadas e tiver segurança para andar nesse tipo de lugar, a sugestão é passar para os gramados ou trilhas de terra. Deixe as vias movimentadas por último a fim de evitar possíveis acidentes com outras pessoas, ciclistas ou carros.

4. Tenha paciência

Seu filho pode se dar muito bem e aprender rapidamente a andar de bicicleta, mas isso também pode não acontecer. Pensando nisso, colocar pressão só vai atrapalhar o processo, considerando que é fundamental respeitar o tempo de cada um. Ter paciência é um apoio que faz toda a diferença para que a criança se sinta segura, confiante e continue tentando vencer suas dificuldades.

5. Estimule a autonomia, mas fique de olho

Muitos pais querem ajudar seus filhos fazendo tudo por eles, mas esquecem que o aprendizado é um caminho individual e desenvolver autonomia também é muito importante. O que isso quer dizer quando falo de andar de bicicleta? Ensine, dê orientações, fique por perto e deixe que a criança tente sozinha — ela precisa errar, corrigir e acertar por conta própria. Quedas, pequenos machucados e outros imprevistos podem acontecer, até porque fazem parte da vida. Tão importante quanto saber subir na bicicleta e sair pedalando é saber levantar e se recuperar de um tombo. Caso haja um perigo maior, você estará sempre por perto para ajudar e socorrer.

6. Não se esqueça dos equipamentos de proteção

Todo esporte ou atividade física deve ser realizado com segurança. Minimizar os riscos envolvidos é o que você pode fazer para preservar a saúde e o bem-estar da criança, certo? Ninguém gosta de se machucar e a prevenção é mesmo a melhor alternativa! Por isso, ter os equipamentos de proteção é imprescindível — não só comprar, mas usá-los sempre que sair de bicicleta, já que muita gente adquire os acessórios e esquece todos eles em casa. O principal é o capacete, embora existam opções complementares como luvas, óculos, joelheiras e cotoveleiras. Usar roupas adequadas para a prática esportiva é outra dica, assim como calçados fechados e que deixem os pés bem acomodados. Enfim, andar de bicicleta é muito gostoso e faz bem para crianças, adolescentes e adultos. Então, quanto antes essa habilidade for desenvolvida, mais tempo cada pessoa pode aproveitar seus benefícios. O ideal é manter o corpo sempre ativo e não deixar essas atividades apenas para as férias, combinado? O que achou das dicas? Se gostou do conteúdo, aproveite para assinar a newsletter do blog do Cartão de TODOS e continuar acompanhando as publicações!

Cartão de TODOS

Redator

Olá! Como podemos ajudar?